Relacionamento e vendas para clientes via e-mail marketing

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Toda ação de marketing visa alcançar dois objetivos básicos: a aquisição de novos clientes, que ainda não conhecem a sua marca ou os produtos e serviços prestados; ou criar um vínculo com aqueles que já utilizaram e conhecem o seu negócio.

Sobre a aquisição de novos clientes, você pode ler mais no post Estratégias para captação de novos usuários, publicado aqui no blog.

Já para manter o relacionamento com clientes, ou seja, aqueles que conhecem a marca e a empresa ou seus produtos/serviços, o e-mail marketing pode ser a solução mais recomendada, já que o destinatário autorizou o envio da newsletter, então dificilmente marcaria a mensagem como spam.

Além disso, fica mais fácil criar um conteúdo segmentado para clientes que já tem um histórico de comportamento e mais dados disponíveis no banco de dados que para o público que ainda não utiliza a marca.

Retenção também gera vendas

Uma ação de retenção nem sempre precisa ser apenas de relacionamento. Aliás, se pararmos para avaliar, a confiança dos atuais clientes torna a venda “interna” mais fácil e barata do que a conquista de novos clientes.

Dois exemplos de estratégia de vendas para clientes são a “Cross-selling”, onde se oferta um produto complementar ao que o cliente já comprou, e a “Up-selling”, que consiste na oferta de uma versão melhor (e mais cara) do mesmo produto sugerindo que o cliente dê um upgrade.