Consentimento do usuário é essencial para sucesso do email marketing

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Já abordamos aqui no blog o que fazer para garantir que seu e-mail marketing atinja diretamente a caixa de entrada dos usuários. Hoje, iremos destacar um fator importante para garantir a leitura e fidelizar o seu público em relação ao conteúdo disponibilizado para ele: o marketing de permissão.

A estratégia consiste em nada mais do que a permissão, ou seja, o consentimento do usuário para a empresa se comunicar. Partindo do pressuposto de que os usuários estão mais dispostos a receber informações de empresas que eles já conhecem e tenham interesse, trabalhar com o marketing de permissão significa mais retorno para o seu negócio e clientes mais satisfeitos.

A permissão pode ser explícita, quando, por exemplo, o destinatário se cadastra ou preenche um formulário e sinaliza a vontade de receber informações por e-mail; ou implícito, que ocorre em situações que o usuário não opta diretamente por receber essas informações, mas pode, eventualmente, receber notícias de uma organização em que é associado, assinante, ou de um prestador de serviços. Na dúvida, o primeiro método é o mais indicado.

Caso haja interesse da empresa em realizar uma ação de e-mail marketing a partir de uma lista, é preciso tomar cuidado com as listas sem permissão, disponíveis para compra ou aluguel. Muitas vezes, o retorno pode ser negativo, já que a publicação irá alcançar centenas de milhares de pessoas, podendo desagradar a maioria, ou ocasionar a inclusão em listas negras, classificando o e-mail como spam.

Mas, lembre-se sempre: com dados e informações concretas do consumidor em mãos, é possível fazer uma comunicação mais relevante, personalizada e eficaz, voltada apenas para o que ele deseja ver e receber.

Fonte: Livro Estratégias de Email Marketing – Como obter resultados através do marketing direto na Internet