5 formas eficazes de usar imagens no e-mail marketing

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Uma boa apresentação visual é importante para qualquer campanha de e-mail marketing. O índice de interações é bem maior com o uso de imagens do que um conteúdo que contenha apenas texto. Mas dentre os cuidados que sempre vale destacar é a atenção para que o e-mail não fique carregado demais e prejudique a visualização da mensagem pelo leitor.

1. Imagens podem valer mais do que mil palavras, mas não deixe que a mensagem do e-mail seja apenas composta por imagem. Pode acontecer que o destinatário leia o e-mail em algum dispositivo móvel ou tenha desabilitado a apresentação de imagens em sua conta de e-mail. Pense nas várias maneiras pelas quais o conteúdo pode ser lido por seu público alvo.

2. Mantenha as imagens maiores na segunda metade do e-mail ou em formato de pré-visualização. Dessa forma fica mais seguro que a pessoa irá conferir o conteúdo do e-mail marketing. A dica também é manter a imagem em 600px de largura para evitar que ela seja cortada na tela.

3. Inclua uma chamada à ação clicável em sua imagem para que possa ser acompanhado como os seus leitores respondem a cada gráfico. Dados sobre quem clica no link de uma foto vão direcionar futuras ações.  Vale lembrar ainda a inclusão de um texto de CTR para verificar aqueles que tenham desabilitado a opção de exibição gráfica.

4. Não use imagens de mapas no e-mail marketing. Elas costumam ter vários pedidos de cliques – acesse A, acesse B, acesse C. Isso pode confundir quem está lendo o e-mail. Também pode acontecer de o servidor de quem recebe a mensagem não suportar a exibição de mapas. É recomendado que o mapa seja exibido em um website.

5. Antes do e-mail marketing ser encaminhado, faça testes sobre como fica a sua composição com e sem a exibição de imagens. Essa verificação pode ser feita com o envio do e-mail para você mesmo. Uma boa entrega de e-mail marketing também irá permitir a visualização das mensagens em formato HTML ou e-mails de texto.

Via Business Insider